Filho de uma Lisboa mestiça e multicultural, VAGABUNDO é um cantautor que dá voz às paisagens geográficas e sonoras que a habitam, contando uma história cheia de humor e boa disposição, onde narrador em Spoken Words introduz os capítulos de uma crónica que é cantada numa atmosfera de World Music cruzando melodias e ritmos de raiz tradicional portuguesa, batidas, sons e texturas da música lusófona e as influências do jazz, enquanto se vão desvendando as aventuras e peripécias de um homem que na procura da redenção se transforma num vagabundo.

Os músicos que fazem parte do projeto são: João Manso na voz, guitarra, composição, arranjos e letras; João Diogo na guitarra; Elmano Caleiro no contrabaixo e Samora na bateria.

VAGABUNDO, surge em 2015 tendo sido apresentado ao vivo no CCB SUN SET, no Festival Lisbon Busking Festival, no Festival Palavras Ca(o)ntadas no Teatro da Comuna, no Centro Cultural Palácio do Egito, na Fábrica das Palavras e em diversos bares em Lisboa e no Algarve.

Depois de 20 anos a fazer música, passando pelo jazz, brass bands, pop, spoken words, música para dança e teatro, João Manso resgata a experiência de todas estas linguagens ao encontrar a sua “voz” em “VAGABUNDO”, compondo, escrevendo e fazendo os arranjos deste que é o seu primeiro trabalho a solo e que aglutina todas estas vivências, agora com um sentido de composição integrada e performance, direcionado para este nosso imaginário Português, múltiplo e concreto, resgatando as suas memórias e aventuras passadas no monte alentejano dos seus avós, nos becos dos subúrbios onde cresceu e nas noites desta velha Lisboa onde vive.